APRESENTAÇÃO

 

A literatura, como toda a arte,

é uma confissão de que a vida não basta.

(Heróstrato – Fernando Pessoa)

 

 

E é porque ela não basta, que como escritores damos asas à imaginação, representamos nossos sonhos, criamos histórias e personagens. Como disse Jorge Amado, “Pobres dos escritores que não se derem conta disso: escrever é transmitir vida, emoção, o que conheço e sei, minha experiência e forma de ver a vida.”

Esta II Letras Escolhidas retrata a produção dos autores que foram escolhidos como os melhores em 2017, no VIII Concurso Literário Interno “Acadêmica Maria Morgado de Abreu”, realizado entre os acadêmicos da Academia Taubateana de Letras, com o tema: “O que acontece depois?”; e no VIII Concurso Literário Externo “Acadêmica Judith Mazella Moura”, com o tema: “Lendo e aprendendo”.

Tivemos a satisfação de, no Concurso Literário Externo, termos tido a adesão de escritores de vários municípios do Estado de São Paulo e uma de Lecio do Balio, Portugal. Essa repercussão nos deixou felizes e honrados.  

Cada um desses escritores revelou uma história, um poema ou uma trova, produções carregadas de um olhar pessoal sobre a vida e o mundo, fazendo valer a definição de Carlos Drummond de Andrade: “Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira.”

Esperamos que vocês se deliciem com os textos apresentados nesta coletânea e neles mergulhem com suas próprias emoções e seus próprios olhares.

 

Regina Célia Pinheiro da Silva

Presidente da ATL – biênio 2017-2019